Notícias

Global Mediation Rio - 24 a 28
de Novembro de 2014

about us page title image

GLOBAL MEDIATION RIO RECEBE INSCRIÇÕES DE PROFISSIONAIS
DE MAIS DE TRINTA E CINCO PAÍSES.

Presidente do Instituto de Mediação da Irlanda, Mr. Gerry Rooney
marca presença no Global Mediation Rio 2014

Presidente do Instituto de Mediação da Irlanda, Mr. Gerry Rooney marca presença no Global Mediation Rio 2014. Com larga experiência na construção dos instrumentos alternativos à resolução de conflitos na Irlanda, Gerry Rooney tem atuado em companhia do Conselho do

Instituto Irlandês de Mediação ao longo de mais de vinte anos tendo contribuído de maneira adjuntora ao processo legislativo para aprovação da lei da mediação e arbitragem irlandesa.

A PARTIR DO DIA 18 DE OUTUBRO SERÃO INICIADAS AS DIVULGAÇÕES
DE TRABALHOS PRÉ-SELECIONADOS PARA COMUNICAÇÃO ORAL

A PARTIR DO DIA 18 DE OUTUBRO SERÃO INICIADAS AS DIVULGAÇÕES DE TRABALHOS PRÉ-SELECIONADOS PARA COMUNICAÇÃO ORAL E PUBLICAÇÃO NOS RESPECTIVOS EBOOKS DOS GRUPOS DE TRABALHO DO GLOBAL MEDIATION 2014. Ainda há tempo de participar.

Registre-se e submeta sua pesquisa para divulgação global para mais de quarenta centros de investigação em ciências sociais e sociais aplicadas.

Coordenadora do Grupo de Trabalho em Mediação e Direitos Humanos
teve reconhecida sua pesquisa de doutoramento em Saúde Pública

Coordenadora do Grupo de Trabalho em Mediação e Direitos Humanos – do Global Mediation Rio 2014, professora Livre Docente Elda Bussinguer, neste mês de setembro teve reconhecida sua pesquisa de doutoramento em Saúde Pública junto à Universidade Nacional de Brasília, com avaliação máxima e honorabilidade pela banca examinadora. Professora Elda passa a

agregar à sua vasta experiência e respeitável carreira acadêmica mais um título de doutora, densificando a expressão transdisciplinar e interdisciplinar entre as ciências da Saúde e do Direito.

Coordenador Científico Internacional do Global Mediation Rio 2014
foi distinguido com a sua indicação para o cargo de Vice-Diretor do Observatório
Ibero-Americano de Cidadania e Saúde Pública

Coordenador Científico Internacional do Global Mediation Rio 2014, professor Doutor Cássius Guimarães Chai, neste mês de setembro de 2014 foi distinguido com a sua indicação para o cargo de Vice-Diretor do Observatório Ibero-Americano de Cidadania e Saúde Pública,

vinculado à Universidade do Porto e um dos mais prestigiados e referenciados centros de investigação sobre temas relacionados à proteção de gênero, afirmação de igualdades, inclusão social e diversidade.

BEST SELLER MARCA PRESENÇA NO GLOBAL MEDIATION RIO 2014

A autora e mediation trainer Liv Larsson, presidente do Centro de Mediação Liv Larsson, e recém key note speaker na Conferência Nacional Australiana, confirma presença no Global Mediation Rio 2014, para abordar o tema Mediation as Non-violent communication (A mediação enquanto comunicação sem violência), e compartilhar sua larga experiência sobre

a matéria. Autora de mais de vinte e cinco obras, traduzidas para várias línguas, a pesquisadora e mediadora é personalidade frequente nos principais fóruns internacionais sobre mediação e linguagem, mediação e responsabilidade empresarial ambiental e proteção de povos indígenas.

Professor da UFOP é membro do Conselho Científico Editorial de fórum internacional

do site oficial da UFOP – Universidade Federal de Ouro Preto

Entre os dias 24 e 28 de novembro, acontece, no Rio de Janeiro, o Global Mediation, um fórum internacional que propicia a discussão sobre os mecanismos de resolução de conflitos e o fortalecimento do sentimento de pertencimento e de identidade constitucional, a forma como o País compreende e aplica a Constituição. O Departamento de Direito (Dedir) da UFOP apoia o evento, que contará com a participação do prof. dr. Alexandre Gustavo Melo Franco Bahia como membro do Conselho Científico Editorial e coordenador de grupo de estudo. É a primeira vez que o evento ocorre no Brasil e delegações de, pelo menos 30 países farão parte do fórum. “Torço para que possamos mostrar a grande experiência que temos na UFOP com o Centro de Mediação e Cidadania, projeto de extensão do Departamento de Direito (Dedir). de violência estão vinculados por sentimentos, percepções e expectativas fortemente ambivalentes. Eles não são estranhos entre si.

Desse fato decorre uma das justificativas para que se avaliem as consequências desse tipo de violência como frequentemente devastadoras. Ademais os mitos de que o espaço familiar é da ordem do privado e que as violações de direito que aí ocorrem podem prescindir da intervenção do Estado agravam severamente o contexto posto. Logo, constata-se ser a violência intrafamiliar um dos mais relevantes, multifacetados e complexos. Ao mesmo tempo, espero trazer as experiências de outros centros/práticas de mediação no Brasil e em outros países, além de trazer a bagagem do que vem sendo pensado e estudado sobre mediação", conta Alexandre. As pré-inscrições podem ser realizadas no site. Os participantes são incentivados a apresentar textos que serão discutidos nos grupos de trabalho e posteriormente publicados em livro on-line e impresso.
Gabriela Ramos

GT 6: FAMÍLIA, INFÂNCIA, JUVENTUDE, IDOSO E GÊNERO

Propor formas de melhor dirimir conflitos ou de minimizar violências ocorridas no espaço familiar constitui um desafio complexo. Em família, vítima e autor de violência estão vinculados por sentimentos, percepções e expectativas fortemente ambivalentes. Eles não são estranhos entre si. Desse fato decorre uma das justificativas para que se avaliem as consequências desse tipo de violência como frequentemente devastadoras. Ademais os mitos de que o espaço familiar é da ordem do privado e que as violações de direito que aí ocorrem podem prescindir da intervenção do Estado agravam severamente o contexto posto. Logo, constata-se ser a violência intrafamiliar um dos mais relevantes, multifacetados e complexos

problemas de saúde e segurança públicas do século XXI. Dar resposta a esse tipo de violência requer ações para além das meramente punitivas. Proteger vítimas de violência no espaço familiar demanda, dentre outras ações, a conscientização de responsabilização do autor de violência. Assim, resgatar a dignidade da pessoa humana no espaço familiar deve necessariamente perpassar vários momentos de mediações e conciliações, tanto em momentos anteriores à judicalização das possíveis ações como durante todo o curso de eventuais processos.

GT 6: FAMÍLIA, INFÂNCIA, JUVENTUDE, IDOSO E GÊNERO

O enfrentamento efetivo da violência de gênero não pode prescindir da prevenção em ações de reeducação cultural e de formação profissional focadas em estratégias de mediação e conciliação de conflitos. Os espaços sociais precisam ser resignificados sob uma óptica não machista, uma vez que o micromachismo em condutas cotidianas configura desigualdade de

gênero, que por sua vez é fator etiológico das mais variadas formas de violência de gênero. Definir estratégias necessárias para o enfrentamento desse tipo de violência deve começar pela percepção de que todo espaço social, particularmente os de formação profissional, são espaços propícios para a educação de gênero, o que não deve continuar a ser ignorado.

Global Mediation Rio 2014 mobiliza instituições centrais do sistema de Justiça no Brasil
e de mais de trinta instituições estrangeiras

Global Mediation Rio 2014 mobiliza instituições centrais do sistema de Justiça no Brasil e de mais de trinta instituições estrangeiras, para uma semana de estudos, debates e reflexões sobre a prática e metodologias de resolução alternativas de conflitos, uma perspectiva MultiDoor visando emprestar maior efetividade da atuação jurisdicional e do Estado no alcance da pacificação social.

Novembro de 24 a 28, destacados especialistas, juristas, sociólogos, psicólogos, pedagodos e vários outros profissionais envolvidos em pesquisas e com instituições atuantes em processos de resolução de conflitos, mediação e outras técnicas transversais, reunidos na cidade do Rio de Janeiro trazendo suas visões de mundo e contribuições ao fortalecimento da cidadania repensando a atuação da Justiça.

Global Mediation Rio tem confirmada participação de representante da Corte Europeia
de Direitos Humanos, juiz András Sájò

Global Mediation Rio tem confirmada participação de representante da Corte Europeia de Direitos Humanos, juiz András Sájò. Respeitado jurista, indicado pela República da Hungria, o juiz András é catedrático em Direito Constitucional junto à Central European University e professor visitante de inúmeras instituições de pesquisa na Europa, nas Americas e Asia,

tendo contribuido com o debate de novos estados federados. É associado da International Association of Constitutional Law, e autor de livros, ensaios e artigos escritos e traduzidos em diversas línguas. Membro da Academia Húngara de Ciências.

OBSERVATÓRIO IBERO AMERICANO DE SAÚDE E CIDADANIA, vinculado à Universidade do Porto, tem destacada contribuição no Global Mediation Rio 2014

OBSERVATÓRIO IBERO AMERICANO DE SAÚDE E CIDADANIA, vinculado à Universidade do Porto, tem destacada contribuição no Global Mediation Rio 2014, representado pelo seu diretor professor PhD José Manuel Peixoto Caldas, atualmente desenvolvendo pesquisas no Departamento de Psicologia Clínica da Universidade de São Paulo como pesquisador e professor visitante.

O Grupo de Trabalho Mediação Família, Infância, Idoso e Gênero conta, ainda, com as marcantes contribuições da professora Pós-doutora Artenira da Silva e Silva Sauáia (Universidade Federal do Maranhão) e do professor Doutor Alexandre de Melo Franco Bahia (Universidade Federal de Ouro Preto - MG).

Apoio